Transporte em Berlim e Berlin Welcome Card

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

berlin welcome card

Assim que desembarquei em Berlim, na Berlin Hauptbahnhof – estação central da cidade, a primeira providência foi adquirir os passes de transporte na cidade. Esperamos o Berlin Tourist Info abrir para que a minha amiga pudesse pegar o Berlin Welcome Card que ela havia comprado pela internet. Eu tinha minhas dúvidas sobre a utilidade do cartão, pois ele custa 17,90 euros para dois dias nas zonas A e B, sendo que os passes diários nas mesmas zonas custam 6,50 euros.

Como museus e outras atrações pagas não estavam nos meus planos, achava que os passes iam compensar mais. Mas fui comprar o tal passe de transporte em Berlim, e a atendente me convenceu que o cartão seria melhor, me seduziu com os mapas e folhetos vermelhinhos, e assim me tornei a feliz proprietária de um Berlin Welcome Card. É bem bacana conversar com o pessoal de lá, e pode facilitar bastante sua vida: tínhamos todo um trajeto para chegar ao hotel que incluía metrô, com algumas trocas de estação, e lá descobrimos que bastava pegar um ônibus na frente da estação, que nos deixou na porta do hotel, com todo o conforto.

E conforto é a palavra que resume o transporte em Berlim. Os ônibus são confortáveis, nunca estão lotados, têm uma vista panorâmica ótima do andar de cima (desconsidere se for utilizar carregando malas como nós), e podem muito bem substituir os city tours tradicionais. Para nós, brasileiros, pode ser um pouco surpreendente o sistema do metrô. Não existem catracas, não existem fiscais, apenas máquinas onde você valida seu passe na primeira vez que usa. Privilégios de um país onde as pessoas agem eticamente apenas pelo prazer de fazer a coisa certa. Infelizmente, acho que por aqui nem 10% dos usuários do transporte público pagariam as passagens. Claro que existem fiscais, e se eles te pedirem o passe e você não tiver de posse dele paga uma multa de 50 euros. Mas eu não os vi.

Os pontos de ônibus, assim como as estações de metrô e os próprios veículos, são bem sinalizadas. É fácil chegar aos pontos de maior interesse, sem grandes caminhadas. É tudo novinho, limpinho, organizado. A linha de metrô que passava em frente ao meu hotel, a U2, tinha estações muito antigas, e por isso os vagões eram mais estreitos e menos confortáveis. Mas nada que comprometa a excelente impressão geral. E, como contei ontem, ela funciona durante toda a madrugada aos finais de semana e feriados, o que é ótimo para quem quer conhecer a vida noturna da cidade.

E o Berlim Welcome Card? Ele oferece desconto até no Burger King e em clubes noturnos, mas não utilizei uma vez sequer, então para mim não compensou. Analise bem sua programação, faça os cálculos e veja se realmente vale a pena.

* Esse post foi originalmente publicado no blog Mochilão e Salto Alto em 2013. Recomendamos que você consulte as empresas e/ou atrações aqui mencionadas para confirmar os valores informados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário em “Transporte em Berlim e Berlin Welcome Card”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *