Como economizar na hora de comprar souvenirs

5 Flares Twitter 0 Facebook 5 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 5 Flares ×

souvenirEu entro em toda lojinha de souvenir que encontro pelo caminho. É mania irremediável. Eu posso até não entrar na onde de consumismos na maior parte das viagens que faço, mas as famosas lembrancinhas eu compro sempre.  Ou pelo menos dois ímãs de geladeira para as vós e os meus cartões-postais. Aí nessa andança de loja de souvenir em loja de souvenir, a gente acaba ficando experiente no assunto.  E mesmo entrando em todas essas lojinhas turísticas e olhando todas as banquinhas das feirinhas, pode ter outras opções mais em conta nas cidades. Aqui damos algumas dicas de como comprar souvenirs de viagem com economia, sem cair tanto no truque engana turista.

Lojas 2 euros

Ou R$ 1,99 ou equivalente. Mas falando de loja de 2 euros mesmo. Pode ser uma oportunidade bem barata de comprar lembrancinhas para o pessoal de casa ou mesmo encontrar algo divertido e diferente para você mesmo. Eu adoro entrar nessas lojas e em supermercados também. Acho que é uma boa forma de sentir um pouco como é a vida no lugar pelos itens a venda.  Podem dizer: ah, mas é tudo da China.  Devem ser mesmo, mas cada lugar tem as suas particularidades. Mas falando em souvenirs. Em Berlim, por exemplo, Gisele e eu conseguimos comprar presentinhos bem bacanas para os amigos: ímãs de geladeira divertidos e baratos, cartões-postais e ecobags. Tudo com um toque de Berlim, Claro.

Supermercados

O mesmo da loja de 2 euros ocorre com supermercados. Algumas redes, como o Tesco na Irlanda e Inglaterra oferecem alguns souvenirs personalizados. Claro que a qualidade não é tão boa quanto aqueles compras nas lojinhas próprias para isso, mas o valor compensa. Além disso, dá para comprar comidas e bebidas como presentes. Comprar alfajor e doce de leite na Havana? Pra quê se dá para comprar um vidrão de Conaprole no super por um preço bem menor? Sem falar em vinhos e espumantes. Imagina que fina chegar em casa com um vinho francês para seu pai que custou menos de €10? Com certeza uns pacotes de biscoitos (os mais sofisticados, claro) com o rótulo em língua estrangeira vai fazer muito sucesso entre as vós e tias.  E é muito mais legal que simplesmente comprar um cacareco qualquer que se encontra em qualquer camelôs do Brasil, não?

Máscaras de Veneza

Seguindo nessa questão de comprar produtos da China ou não, vamos às mascaras de Veneza. Símbolo da cidade que encanta os românticos, você verá tantas, e cada uma mais bonita que a outra, que será quase pecado não comprar pelo menos uma. Os preços  não eram tão salgados. Com menos de € 10 dá para comprar um exemplar simples, porém bonito. O preço vai aumentado conforme os adornos, quando mais sofisticados, mais caros, obviamente.

A questão é: como saber que se está comprando um produto de Veneza mesmo e não mais um Made In China?  Há uma certa honestidade nos vendedores ambulantes, que anunciam os produtos como sendo da RPC (República Popular da China) e os vendem mais baratos daqueles que são produção local.

Mas é sempre bom estar preparada para avaliar. Um veneziana me explicou como identificar: primeiro observe o material. Mesmo as máscaras de Veneza feitas de acrílico têm um material mais maleável em comparação com as de plástico chinesas. Pegue a máscara e dê uma forçada de leve (peloamordedeus não vai quebrar a máscara) para testar a maleabilidade. Observe a pintura e adornos. As venezianas são pintadas à mão, o que pode ser uma diferença bem gritante das imitações. Ela têm um carimbo atrás dizendo que foi pintada a mão (o que não atesta de fato nada, necessariamente).  Se tiver uma graninha a mais, invista em uma de papel marchê. São as originais venezianas de fato.  Em algumas lojas dá para ver as artesãs trabalhando na pintura dos objetos. É um trabalho de bastante paciência.

2014-09-11 20.30.29
Selo de ‘originalidade”

Também dá para encontrar as máscaras em couro e em armação de metal cheias de strass. O complicado mesmo é escolher uma só.

Lojas próximas a pontos turísticos

A dica sempre é: fuja das lojinhas nos pontos turísticos!!! Sim, de fato. Principalmente aquelas dentro, imediatamente do lado ou que sejam a única por perto. Aposte sempre em regiões com mais de uma loja do ramo. Geralmente ela fazem concorrência entre si e dá para economizar alguns dinheiros em promoções do tipo leve 4 por 10 ou algo assim. Claro que depende muito do lugar, mas é um padrão que tenho notado. O lugar com uma loja só, como próxima a Torre Eiffel que tem uma banca que vende lembrancinhas de Paris, é tudo carérrimo.  Agora experimente as lojas na subida da Sacré Couer, em volta da Notre Dame e na Rue du Rivoli para ver se a variedade não aumenta e os preços não baixam bastante? Mas nunca compre na primeira que entrar, como são várias pertinho uma das outras dá para fazer aquela pesquisa de preço maroto. O mesmo serve para Londres: em Piccadilly Circurs, Oxford Street e Camden Town (obrigada amiga Gisele pela paciência sempre 🙂 ).

Você tem alguma dica para economizar na compra de souvenirs? Nós vamos adorar saber. Compartilhe nos comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *